top of page

Guima Café participa da edição especial de produção regenerativa da Expocacer


O Guima Café, empresa do Grupo BMG, e a Cooperativa dos Cafeicultores do Cerrado (Expocaccer) lançam no sábado (13/8), na cafeteria Dulcerrado, em Patrocínio (MG), a Edição Especial “Raízes – Café Regenerativo", com grãos produzidos nas fazendas Guima, localizadas em Varjão de Minas e Patos de Minas. O lançamento será acompanhado de um bate-papo com os representantes da Expocaccer e a gestora do Guima Café, Lucimar Silva, que falará sobre as boas práticas agrícolas adotadas nas fazendas e também como foi o processo para conseguir a certificação de agricultura regenerativa da Regenagri®.


A Expocaccer, por meio da Cafeteria Dulcerrado, comercializará os lotes do café Guima, da edição Raízes - Regenerativo, em lojas físicas e virtuais, sendo café torrado e verde, este último para clientes que gostam de torrar seu próprio produto.


“O café que será lançado tem nuances de frutas vermelhas, como amora e jabuticaba, e uma doçura incrível de melaço, uma combinação que temos certeza que vai surpreender o paladar de todos os apreciadores de cafés especiais. Para nós do Guima Café, esta é uma oportunidade de visibilidade da marca, novos negócios, promoção das boas práticas agrícolas e também de levar o nosso produto aos apreciadores desta bebida apaixonante”, diz Lucimar Silva.


Sandra Moraes, trader de Cafés Especiais da Expocaccer, diz que é razão de muita alegria lançar a segunda edição Raízes, do Guima Café. “Fomos presenteados com um lote de nuances florais, que tem chancela da certificação regenerativa, que garante a adoção de práticas sustentáveis na produção de café, firmando, assim, o compromisso do produtor com o consumidor final. O Guima Café já tem um histórico admirado na produção de cafés especiais e vem se destacando também na produção de cafés sustentáveis, o que nos enche de orgulho", comenta.


Certificação Regenagri

Concedido pela Control Union, empresa britânica presente em mais de 70 países, o certificado Regenagri® reconhece as boas práticas adotadas e o uso da tecnologia aliada ao manejo responsável, garantindo boa produtividade da lavoura em harmonia com o bioma onde a propriedade está inserida, no caso do Guima Café, no Cerrado Mineiro.


A avaliação foi feita em maio, in loco, por especialistas, que seguiram diversos critérios do Regenagri®, que sustentam a medição dos principais indicadores por meio de dados na fazenda. Essas métricas incluem a gestão do solo, gerenciamento da energia e hídrico, otimização dos insumos agrícolas, introdução de soluções biológicas e orgânicas, entre outras. Tudo isso tem um efeito direto sobre a saúde do solo, biodiversidade e cursos d’água, enquanto reduzem as emissões e sequestra carbono.


Fonte: Link Comunicação

Commentaires


bottom of page