Probat Leogap eleva sua participação no segmento de torradores para cafés especiais

Atualizado: 5 de nov. de 2018


A cultura do café está presente em nossa sociedade há muito tempo. Começou na Etiópia, onde os povos africanos aproveitaram o fruto na confecção de bebidas e ao longo dos séculos se transformou em uma cultura de grande importância, geradora de grande riqueza econômica. Hoje assistimos ao crescimento do mercado de cafés especiais, que cada dia mais vem conquistando a preferência dos consumidores.


No mundo dos cafés, a empresa alemã Probat vem participando ativamente da evolução do setor. Neste ano, a marca está completando 150 anos e ao longo de sua trajetória sempre investiu no desenvolvimento de torradores e soluções que extraiam o melhor dos grãos de café.


Segundo Paulo Kleinke, CEO da Probat Leogap (subsidiária brasileira), a Probat é líder mundial no fornecimento de equipamentos e soluções para indústrias de cafés. No mercado nacional, a empresa já atua há 55 anos no desenvolvimento dos melhores torradores e soluções para o mercado de cafés especiais. “A Probat é a empresa que mais entende de café no mundo. Somos líderes em pesquisa e inovação, o que nos ajudou a conquistar praticamente 60% de participação no mercado mundial. No Brasil, fornecemos para 85% das indústrias de café“, afirma Paulo.


A Probat Leogap iniciou sua trajetória fornecendo equipamentos para as maiores indústrias de café no Brasil e se consolidou como um dos principais players no segmento. Nos últimos anos, tem apostado em novos mercados: os microtorrefadores, um universo composto por fazendas e coffeeshops. “Somos muito conhecidos na área industrial, tanto que na maioria das vezes eram os clientes que vinham até nós. Mas hoje percebemos uma demanda consistente para torradores menores. Por essa razão, trouxemos para o mercado nacional a linha ShopRoaster, composta por torradores de capacidade de 1kg até 60kg“, ressalta Paulo.


Atualmente muitas fazendas estão se tornando microtorrefadoras. De acordo com Kleinke, quem já era produtor passou a aprimorar e a estudar mais para desenvolver a qualidade de seu café. Para se diferenciar, começaram a fazer a torra e até mesmo a criar sua própria marca. A fábrica da Probat Leogap em Curitiba, no Paraná, realiza toda a montagem da linha de torradores Probatone, com peças importadas da Alemanha. Já o Probatino é produzido totalmente no Brasil e exportado para o mundo. Um equipamento muito utilizado em campeonatos mundiais de café. Este pequeno torrador, com capacidade de 1kg de torra por carga, era apenas exportado, mas foi tão bem recebido nacionalmente, que segundo Kleinke, atualmente 50% dos Probatinos fabricados são vendidos no Brasil, enquanto o restante vai para o exterior.