Museu do Café oferece programação de férias

Incluindo caça ao tesouro e instalação sensorial, as atrações serão gratuitas; crianças precisam de pelo menos um acompanhante para aderir


Foto: Ian Lopes

O novo ano começará com uma ampla programação infantil no Museu do Café, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. Idealizada para entreter a criançada no período de férias, a agenda incluirá novas edições do projeto “Detetives da Bolsa Oficial de Café” e da oficina sensorial de pintura para bebês. As atividades são gratuitas e ocorrerão no decorrer de janeiro, entre os dias 5 e 29, contemplando a faixa etária de 0 a 12 anos.


Abrindo o calendário na primeira quarta-feira do ano (5), a ação “Detetives da Bolsa Oficial de Café” envolve o público em uma caça ao tesouro que engloba todo o edifício do Museu. Junto ao grupo Teatro a Bordo, os pequenos investigadores devem descobrir quem é o vilão que está tentando roubar o precioso baú, escondido em algum lugar do patrimônio. Para tanto, deverão seguir as pistas ao longo do trajeto e usar a lógica e a coragem para ajudar os mocinhos.


Ainda, nessa atração, haverá apresentações sobre a história do café e muita música no caminho. A faixa etária indicada é de 5 a 12 anos. As datas disponíveis para participação são 5, 9, 12, 16, 19 e 23 de janeiro, com duas turmas por dia, às 10h e às 17h.


Outra atividade retornando ao cronograma de férias, a oficina sensorial de pintura para bebês incentiva a criançada de 0 a 4 anos a explorar os sentidos por meio de diversos objetos e recursos. Durante o workshop, eles terão contato com tintas feitas de café e cúrcuma, tecidos e papéis com textura, como algodão e bucha vegetal, e itens sonoros e aromáticos. O intuito é oferecer uma instalação e ambientação artística para os pequenos fazerem descobertas.


O encontro está marcado para os dias 15 e 29, às 11h.


Para participar, sem custo, das programações, basta enviar um e-mail para inscricao@museudocafe.org.br, sinalizando o interesse. O uso da máscara é obrigatório, bem como a aferição da temperatura na entrada. É igualmente imprescindível um acompanhante para cada criança. Dispensers de álcool em gel e sanitários para higienização das mãos estarão disponíveis.


Museu do Café