Emater-MG divulga cartilha com cuidados contra a Covid-19 na colheita do café 2021

Atualizado: 3 de mai. de 2021




Foto: Divulgação

No final de abril, em Minas Gerais, aumenta a movimentação de pessoas nas áreas rurais. É o começo da safra do café, produzido em cerca de 460 municípios, o que corresponde a mais da metade do total do Estado. Os trabalhos na colheita se estendem por mais de seis meses e geram muitos novos empregos no campo, inclusive para trabalhadores de outras regiões do país, que chegam com a perspectiva de melhorar a renda de suas famílias. Afinal, Minas é o maior produtor de café do Brasil, com aproximadamente 70% da produção nacional do arábica.


Para reduzir os riscos de disseminação da Covid-19 durante a safra do café, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) preparou uma cartilha com orientações específicas para a colheita. As informações têm como referência o Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado de Saúde. A data escolhida para iniciar a divulgação foi 14 de abril, quando se comemora o Dia Mundial do Café.


A diretora-presidente da Emater-MG, Luisa Barreto, ressaltou a importância desse trabalho. "Mesmo durante a pandemia, a produção agropecuária não parou em nenhum momento. E a gente sabe que a produção de café, em especial, é fundamental para a economia mineira. Com esta cartilha, a Emater de Minas pretende ajudar os produtores a terem uma colheita mais segura nestes tempos de pandemia, buscando ajudar a manter a saúde de todos aqueles que são envolvidos nesse processo”, disse.


De acordo com Bernardino Cangussú, coordenador técnico estadual de Cafeicultura da Emater-MG, a cartilha será distribuída, por meio digital, para os produtores atendidos pela empresa, além de prefeituras e secretarias municipais de Agricultura, cooperativas, sindicatos rurais e outros parceiros. “O objetivo é fazer as informações chegarem ao maior número de produtores de forma rápida e segura”, explica.


As recomendações vão desde a higiene pessoal e dos materiais utilizados, até normas de transporte das pessoas para as lavouras. Por exemplo, o