Colômbia tenta recuperação no mercado

Atualizado: 5 de nov. de 2018


O diretor da Federação Nacional de Cafeicultores da Colômbia, Roberto Vélez, prevê uma recuperação dos preços internacionais do café commodity a níveis entre 1,25 e 1,30 dólar por libra-peso para que a maior parte de sua safra tenha alguma margem de lucro.


Os preços do café na Bolsa de Londres (ICE Futures Europe) caíram nas últimas semanas para menos de um dólar por libra-peso, o que obrigou o governo colombiano a destinar 33,2 milhões de dólares para o auxílio de produtores, já que as vendas não estavam cobrindo os custos de produção.


Vélez acredita na melhora da cotação dos preços por conta do fortalecimento do real ao esclarecimento do panorama político e eleitoral no Brasil, além da liquidação de posições por fundos de investimento. "Na medida em que o panorama político no Brasil vai se desanuviando e o real voltando a níveis normais, a ICE tem que reagir e nós vamos ter preços favoráveis de café", afirmou.


O diretor da Federação lembrou que produzir um volume de 125 quilos de café na Colômbia custa 252,8 dólares e que com os preços abaixo de 1,14 dólar por libra-peso, com uma taxa de câmbio acima dos três mil pesos por dólar, os custos não são cobertos.

Fonte: Portal CaféPoint.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo